Hoje dia 4 de julho é comemorado o “Dia de Alice” (Alice’s Day). Essa seria a data em que o autor Lewis Carroll (Charles Lutwidge Dodgson) em um passeio de barco no ano de 1862 teria contado a história das aventuras de Alice pelo País das Maravilhas à pequena Alice Liddell. O livro seria editado três anos depois e a história de Alice, o Gato de Cheshire, o Chapeleiro Maluco e uma série de outros personagens passaram a se tornar um dos clássicos mais populares de todos os tempos e inspiraram centenas de histórias em quadrinhos, poemas, filmes, peças de teatro, óperas e jogos.

Sobre o autor:

Charles Lutwidge Dodgson – mais conhecido como Lewis Carroll – nasceu em 27 de janeiro de 1832 em Daresbury, Inglaterra e morreu em Guidford, Inglaterra a 14 de janeiro de 1898. Seu nome está inscrito na história de literatura mundial por ser o autor de Alice no País das Maravilhas, o mais estranho e fascinante livro para crianças jamais escrito. Filho de um pastor anglicano, Lewis Carroll tinha 10 irmãos e cresceu num ambiente onde aprendeu a contar histórias, cuidar e distrair crianças. Apaixonado por matemática e fotografia, foi nomeado professor de matemática em Oxford em 1861. Como fotógrafo amador, fotografava invariavelmente meninas entre 8 e 12 anos de idade. Sua obra prima é fruto de uma história que narrou a Alice Liddle (então com 4 anos) amiga de suas irmãs.

Sinopse:

Quando decidiu seguir um coelho que estava muito atrasado, Alice caiu em um enorme buraco. Só mais tarde descobriu que aquele era o caminho para o País das Maravilhas, um lugar povoado por criaturas que misturam características humanas e fantásticas, como o Gato, o Chapeleiro e a Rainha de Copas – e lhe apresentam enigmas.

Livro: Alice no Pais das Maravilhas

Autor: Lewis Carroll

Editora: L&PM

Páginas: 172

Assunto: Literatura Estrangeira-Romance

Idioma: Português