Hoje, dia 20 de novembro é comemorado o Dia da Consciência Negra. A data surgiu no ano de 1971 por iniciativa do Grupo Palmares de Porto Alegre (RS), e foi assimilada em 1978 durante congresso do Movimento Negro Unificado contra a Discriminação Racial, que depois veio a denominar-se Movimento Negro Unificado – MNU.

A data efetivou-se como agenda oficial, consagrando Zumbi dos Palmares, líder negro do Quilombo dos Palmares, como herói e a referência da data de sua morte – 20 de Novembro de 1695, como elemento impulsor para a consciência negra no Brasil.

A data tem como um de seus principais objetivos trazer a reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. Para isso, desde 09 de janeiro de 2003, com a vigência da lei 10.639, o Dia da Consciência Negra também passou a fazer parte do calendário escolar, o que tornou obrigatório o ensino sobre a História e a Cultura Afro-Brasileira nas escolas.

O Brasil é um país riquíssimo em diversidade. A população brasileira é formada por três grupos humanos: o índio nativo, o branco europeu e o negro africano, gerando mais da metade do povo brasileiro: os mestiços. Todos nós fazemos parte da mesma nação, o que significa que somos todos iguais, independente da cor, raça e classe social. O Brasil é um país de todos!

Que este dia 20 de novembro possa fortalecer a caminhada pela liberdade e pela consciência da riqueza da diversidade racial.

 

Fonte: http://www.planalto.gov.br

(Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial)