1. “Daytripper”, de Gabriel Bá e Fábio Moon

daytripper

Brás de Oliva Domingos tem só mais um dia de vida. Pode ser o dia em que ele conhece seu grande amor. Pode ser durante sua grande viagem da adolescência. Pode ser o dia em que ele começou a entender a família. Pode ser quando ele decidiu ajudar seu melhor amigo. Pode ser na velhice. Os grandes momentos da vida, a família de onde você vem e a família que você constrói, ser filho e ser pai, ter amor e ser amado. No trabalho de maior sucesso dos brasileiros Fábio Moon e Gabriel Bá, toda uma existência é contada em dez capítulos – dez dias – sob a sombra constante (e mágica) da morte.

Clique aqui para ler alguns trechos da obra.

  1. “Achados e Perdidos”, de Eduardo Damasceno e Lúis Felipe Garrocho 

hqachadoseperdidos

Achados e Perdidos é uma história em quadrinhos ou Graphic Novel, como também é chamada, sobre um garoto que acorda um dia e tem um buraco negro na barriga. Além disso, é um quadrinho com trilha sonora. A HQ vem com um cd encartado para todo mundo poder ler com calma, escutando as músicas que foram compostas exclusivamente para isso. O lançamento de Achados e Perdidos pelo selo Quadrinhos Rasos foi feito através do site de financiamento coletivo Catarse.

  1. “BEAR” de Bianca Pinheiro

hqbear

A pequena Raven tem um problema – de algum modo ela conseguiu se perder de seus pais e de seu lar. Em sua busca, ela se depara com um urso marrom (ou seria alaranjado?) que, apesar de rabugento, aceita ajudá-la nessa empreitada. A jornada desses dois acaba de começar.

A HQ também pode ser lida on-line clicando aqui.

  1. “Astronauta Magnetar”, de Danilo Beiruth

astronautamagnetar

O Astronauta, personagem que singra o espaço sideral sozinho em sua nave há anos, visita uma galáxia distante para estudar um magnetar, uma estrela de nêutrons que possui um campo magnético estimado em 1 bilhão de teslas. Mas ele comete um erro que pode custar sua vida. Agora, com a nave danificada e sem comunicação, ele está “náufrago no espaço” e precisa encontrar uma forma de escapar antes de ser derrotado pela insanidade que insiste em tomar sua mente. E a saída pode estar em aliar a tecnologia aos ensinamentos de seu velho avô, há tanto tempo falecido…

 

  1. “Valente para todas”, de Vitor Cafaggi

valenteparatodas

Depois de uma vida inteira de amores platônicos, Valente está apaixonado por duas belas garotas que também gostam dele. Definitivamente, suas tardes de sábado jogando RPG não o prepararam para essa situação. Beijos, empadas e corações partidos na épica conclusão do triângulo amoroso Dama-Valente-Princesa!

  1. “Uma patada com carinho”, de Chiquinha

 umapatadacomcarinho

Nesta HQ, Chiquinha distribui humor e patadas com sua Elefoa Cor-de-rosa. Elefoa é uma paquiderme exuberantemente rosada que ao lado das amigas Gisbelle (uma vaidosa girafa loura natural) e Janete (uma ursa com tendências sócio-ambientais), tenta suportar as agruras do universo feminino com a maior delicadeza e, porque não, hostilidade possíveis.

  1. “Diomedes” de Lourenço Mutarelli

diomedes

Esta é uma história policial de Mutarelli. Seu protagonista é um delegado aposentado, gordo e sedentário, em busca de uns trocados para completar o orçamento. Nunca resolveu um caso, e passa a maior parte do tempo bebendo e fumando em seu escritório. No entanto, ao partir no encalço do há muito desaparecido mágico Enigmo, seu cotidiano ordinário fica para trás. Em busca da sorte grande e metido em circunstâncias cada vez mais desfavoráveis em seu caminho repleto de figuras bizarras, Diomedes será obrigado a usar todo o talento que jamais imaginou possuir para desvendar o “Enigma de Enigmo”.

  1. “Turma da Mônica” – Laços, de Lu Cafaggi e Vitor Cafaggi

laçosturmadamonica

O Floquinho desapareceu. Para encontrar seu cachorro de estimação, Cebolinha conta com os amigos Cascão, Mônica e Magali e, claro, um plano ‘infalível’. Em ‘Laços’, os irmãos Vitor e Lu Cafaggi levam os clássicos personagens de Mauricio de Sousa a uma aventura repleta de emoção, lembrança e perigos. 

  1. “Chico Bento – Pavor Espaciar”, de Gustavo Duarte

pavorespaciar

Tinha tudo para ser mais uma noite tranqüila na Vila Abobrinha. Mas Chico Bento, o seu primo Zé Lelé, o porco Torresmo e a galinha Giserda acabam abduzidos por alienígenas que têm planos sinistros. Em ‘Pavor Espaciar’, o autor Gustavo Duarte reinterpreta os personagens de Mauricio de Sousa mesclando perigo, aventura, suspense e humor. 

  1. “Adormecida – Cem anos para sempre”, de Paula Mastroberti

adomercida 

Um príncipe aventureiro, perdido no deserto, entra em um antigo castelo em ruínas para passar a noite. Uma aura de maldição paira no lugar. Ele se vê envolvido em uma história que se repete há muitos anos e de cujo desfecho ele terá de participar, ou será para sempre prisioneiro do castelo. Assim, o príncipe acompanha o batizado de uma princesa amaldiçoada por uma estranha e sensual feiticeira, que o seduz com seu canto mágico e lhe promete poder e imortalidade. Segundo a autora, Adormecida: cem anos para sempre é uma recriação da história de A bela adormecida. Primeiro trabalho em quadrinhos de Paula Mastroberti, originalmente iniciado há mais de vinte anos.

 

Tem alguma outra indicação de história em quadrinhos? Comente!