No dia 03 de dezembro do ano de 1982, o Programa de Ação Mundial para as pessoas com Deficiência foi aprovado pela Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU). Este programa foi instituído com o propósito de “promover medidas eficazes para a prevenção da deficiência e para a reabilitação e a realização dos objetivos de igualdade e de participação plena das pessoas com deficiências na vida social e no desenvolvimento”. (Fonte: CEDIPOD – Centro de Documentação e Informação do Portador de Deficiência)

Portadores de necessidades especiais possuem algumas limitações e necessitam de funcionalidades para uma boa qualidade de vida. Igualdade, participação ativa na sociedade, condições favoráveis para sua saúde, transporte, acesso à educação, são alguns dos seus direitos. Cabe ao governo prestar apoio social, político e econômico a essas pessoas. Mas isso não diminui a responsabilidade de toda a sociedade pela inclusão das pessoas com deficiência na esfera social.

Cada ser humano possui particularidades, algumas vezes físicas ou psicológicas, mas todos, dentro de nossas diferenças, somos iguais na condição de seres humanos, portanto, respeite se quiser ser respeitado.

Seja gentil! Atitudes do nosso dia a dia podem fazer a diferença! Ajude um deficiente a atravessar a rua, ofereça seu lugar no transporte coletivo, não estacione em vagas preferenciais. Seja solidário, você só tem a ganhar!

Pessoas com deficiência, assim como todos os cidadãos, devem ter participação ativa nos assuntos que dizem respeito à sociedade, expressando opiniões e pontos de vista, tendo a oportunidade de demonstrar suas aptidões profissionais, etc. É necessário focalizar na capacidade da pessoa e não nas suas limitações.